Fone: (11) 2294-9468
Email: contato@ascoli.eng.br

logo

O centro de medição é o local onde estão instalados os medidores de energia da concessionária.

O centro de medição pertence ao dono do imóvel porém, como existem equipamentos que pertencem a concessionária de energia a mesma aprova a construção da mesma via projeto e só realiza a ligação da energia caso o centro de medição tenha sido feito exatamente como descrito no projeto.

Dentre os vários motivos que apontam a necessidade de um aprimoramento do centro de medição em referência, temos:

  • Necessidade de conformidade para fins de aprovação do AVCB (Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros), documentação obrigatória para empresas e condomínios.
  • Adequação da carga elétrica às necessidades da vida atual, incluindo cargas para utilização não previstas anteriormente como: micro-ondas e aparelhos de ar condicionado. O que chamamos de aumento de carga elétrica.
  • Vida útil dos condutores chegando ao seu estágio final (30 anos). Quando realizar a troca dos condutores dê preferência por condutores antichama, autoextinguível e atóxicos.
  • Excesso de condutores e em condições inadequadas nas caixas de passagem, como mostra a foto abaixo.

Centro de medição ruim.

  • Quadros com fundo de madeira (combustível) e condutores expostos, em desacordo com normas atuais, aumentam o perigo de incêndios e acidentes.
  • Fiação dos quadros de distribuição incompatível com as normas atuais e em péssimo estado de conservação.
  • Uso dos disjuntores antigos (tipo NEMA) de qualidade bem inferior aos atuais (tipo DIN).
  • Necessidade da instalação de dispositivos DPS e DR nos quadros para atender a legislação atual.
  • Condições físicas das caixa de distribuição de entrada, com pontos de ferrugem e dificuldades na sua abertura.
  • Fiação queimando ou oxidando.

Uma intervenção para um reparo tem a necessidade de desligamento da energia junto a concessionária para a segurança dos eletricistas envolvidos no trabalho. Qualquer intervenção realizada no centro de medição é mediada pela concessionária de energia que deve aprovar o projeto, uma vez que seus equipamentos (os medidores) estão alocados dentro do mesmo. Mesmo para uma manutenção corriqueira, a concessionária exige para o religamento que o centro de medição esteja conforme suas normas (hoje no livro LIG 2014 para a concessionária ENEL, antiga AES Eletropaulo), que exige todas as caixas com certificado de qualidade do INMETRO.

Sequência adequada para os trabalhos:

  • Emissão de ART por profissional habilitado;
  • Cálculo de demanda para as necessidades atuais dos condôminos;
  • Realização do projeto do centro de medição, por profissional habilitado e credenciado CREA/SP;
  • Apresentação deste projeto junto a concessionária de energia;
  • Acompanhamento dos trâmites na concessionária de energia;
  • Após aprovação, o projeto tem prazo de validade de 36 meses para ser implementado, senão, deve ser realizado um novo projeto e submetido novamente a concessionária.
  • Durante a execução dos trabalhos haverá uma ligação provisória para o condomínio, que evitará a falta de energia durante os trabalhos que tem prazo normal de 7 a 15 dias, estipulado pela concessionária.